AUTO DA BARCA DO INFERNO
Teatro do Bolhão

TER. 17 MAI // 10h30/15h00

Bilhetes: 5€; Escolas – 3€
Duração: 45’ // M/12

Texto emblemático da dramaturgia vicentina, o Auto da Barca é uma profunda reflexão sobre o comportamento humano e sobre a passagem dos homens neste mundo. Nunca, como nas Barcas, as personagens vicentinas foram tão densamente caracterizadas e tão humanamente retratadas no momento da reflexão daquilo que foi a sua passagem na terra. A dicotomia entre o bem (paraíso) e o mal (inferno) é-nos colocada somente num juízo posterior da nossa vida e dos nossos comportamentos. Os estratos sociais são aqui apresentados de uma forma tão transparente que, por muito que nos custe, tolo seria aquele que não quisesse ver nem ouvir. Texto escrito num tom jocoso e ritmado, cheio de duplos e terceiros sentidos, descomplicado do ponto de vista do seu entendimento, extremamente didáctico na relação com a literatura, seja ele dramática ou lírica, o que no nosso maior dramaturgo corresponde a ambas. E se todo o teatro é poesia, a poesia de Gil Vicente é do melhor e maior teatro escrito em língua portuguesa.

Coordenação: António Júlio // Actores: Tiago Jácome, José Alves, Pedro Couto, Patrícia Garcez, Beatriz Frutuoso // Cenografia, Figurinos e Adereços: Paula Cabral // Promotor: ACTA

Bilhetes