Técnica: Figuras de papel articuladas e objectos // Direcção artística, cenografia, Marionetas e Act

ALGARVE MUSIC SERIES
Quarteto Tejo (Música de Câmara)

SÁB. 16 OUT // 21h00

Bilhetes: 6€
Duração: 55’ // M/6

Freitas Branco está para o modernismo musical português como Fernando Pessoa está para o modernismo literário. O Quarteto de Cordas foi concebido em 1911 e revela claras influências da música impressionista francesa de Ravel e Debussy.

“A Morte e a Donzela” de Schubert é um dos pilares do repertório da música de câmara e foi escrito em 1824. O título do quarteto provém do tema do segundo andamento, retirado da canção “Der Tod und das M.dchen”. A atmosfera geral é de turbulência, angústia e explosão.

Programa:

L. Freitas Branco | Quarteto de Cordas (1911)

F. Schubert | Quarteto de Cordas

N.14 em R. menor, “A Morte e a Donzela”, D.810

Quarteto Tejo

Violino I: Andr. Gaio Pereira

Violino II: Tom.s Soares

Viola: Sofia Silva Sousa

Violoncelo: Beatriz Raimundo

Promotor: C.mara Municipal de Faro

BILHETES